×
Aplicativo Vivo Música
Rhapsody International Inc.
Baixe o aplicativo
Revolver de The Beatles

Álbum

Revolver

The Beatles

Ouça no Vivo Música
Lançamento:
Gravadora: Emi Catalogue
Em 1966, o mundo dos Beatles sofreu uma virada. O álbum anterior, "Rubber Soul", marcou o momento da mudança na forma como eles trabalhavam em estúdio, e eles focaram em criar algo ainda mais revolucionário quando voltaram ao Abbey Road em 6 de abril de 1966. Resultado final de 300 horas em estúdio, "Revolver" é uma conquista artística gigante.

Ao longo do álbum, uma enorme variedade de sentimentos é transmitida nas músicas de Lennon e McCartney, indo da atmosfera ensolarada de “Good Day Sunshine” até a aterrorizante paranoia de “She Said She Said”. As duas baladas de Revolver têm emoções distintas: enquanto “Here, There and Everywhere” é alegre e com um arranjo destacado por harmonias requintadas, a narrativa melancólica de “For No One” é revelada sobre um arranjo clássico e realçada pelo ritmo de um clavicórdio acompanhado de um solo de trompa. Revolver também continha o maior número de músicas de George Harrison gravadas até então. Sua cáustica “Taxman” abre o álbum, enquanto “Love You To” mostra sua crescente fascinação com a música indiana. “I Want To Tell You” traz um rock mais direto, mas, assim como as outras duas, tem uma letra nada convencional.

Durante a primeira sessão, os Beatles começaram a grava “Tomorrow Never Knows”. A faixa introduzia diversas novas ideias sonoras usadas em Revolver, incluindo técnicas inovadoras de registrar a bateria, um som mais destacado do baixo, guitarras tocas em fitas reversas e efeitos especiais nas vozes. Com outros músicos, estes efeitos de estúdio poderiam soar apenas como truques baratos e rapidamente se tornarem antiquados. Mas os Beatles e o produtor George Martin sempre tiveram um cuidado especial enquanto faziam suas experiências, assegurando que os sons diferentes sempre servissem para engrandecer as canções. Gravações caseiras que entram em loop em “Tomorrow Never Knows” criam uma atmosfera etérea que encontra o espírito da música, e a guitarra ao contrário em “I’m Only Sleeping” soa como um bocejo que complementa perfeitamente a letra sonhadora e a performance lânguida. Uma variedade de efeitos em “Yellow Submarine” amplificam a diversão quase infantil da faixa. Como nenhuma outra música do álbum, e basicamente em nenhuma outra gravação até aquele momento, “Eleanor Rigby” é uma obra de arte única. Com quase nada das experimentações eletrônicas que marcaram o álbum, foi a ideia corajosa de utilizar um duplo quarteto de cordas como acompanhamento que fez a canção soar potente e radical. Estes foram tempos aventureiros.

Sobre este álbum

Faixas

Sobre este álbum

Disponível em iOS, Android, Windows e Web.

Músicas ilimitadas em qualquer lugar. Milhões de músicas em todos os gêneros.

Disponível em iOS, Android, Windows e Web.