×
Aplicativo Vivo Música
Rhapsody International Inc.
Baixe o aplicativo

Sobre Negra Li

Liliane de Carvalho, a Negra Li, nasceu em 1979, na Vila Brasilândia, bairro da zona norte de São Paulo. De família evangélica, na infância cantava hinos na igreja. Na adolescência, se interessou por black music, fez curso de teatro e, a partir de 2000, começou a atuar como solista no Coral Universidade de São Paulo. Nesse mesmo ano, já integrando o grupo de rap RZO, ao lado de Helião e MC Sandrão, ganhou visibilidade ao fazer dueto com Chorão no hit “Não É Sério”, da banda Charlie Brown Jr. Contratada pela gravadora Universal, em 2006 Negra Li lançou seu primeiro álbum solo, Negra Livre, cuja faixa-título foi composta para ela por Nando Reis – o trabalho contou com a participação de Caetano Veloso em “Meus Telefonemas”. Ainda em 2006, atuou no filme Antônia, de Tata Amaral, que conta a história de cantoras de rap na periferia de São Paulo e virou uma série homônima na Rede Globo no ano seguinte. Negra Li se apresentou em países como Alemanha, Japão, Austrália e Nova Zelândia e cantou com NX Zero ("O Destino"), Pitty ("Chain of Fool”) e o rapper americano Akon ("Beautiful"), entre outros. Fazendo uma transição do rap para MPB, soul e R&B, em 2012 gravou Tudo de Novo, produzido por Rick Bonadio. Em 2017, grávida de seu segundo filho, a cantora lançou o single “Homenagem às Mães” e fez um retorno às origens musicais colaborando na faixa “Destinos”, do repertório do novo álbum do RZO, Quem Tá no Jogo.

356x237

Negra Li

Liliane de Carvalho, a Negra Li, nasceu em 1979, na Vila Brasilândia, bairro da zona norte de São Paulo. De família evangélica, na infância cantava hinos na igreja. Na adolescência, se interessou por black music, fez curso de teatro e, a partir de 2000, começou a atuar como solista no Coral Universidade de São Paulo. Nesse mesmo ano, já integrando o grupo de rap RZO, ao lado de Helião e MC Sandrão, ganhou visibilidade ao fazer dueto com Chorão no hit “Não É Sério”, da banda Charlie Brown Jr. Contratada pela gravadora Universal, em 2006 Negra Li lançou seu primeiro álbum solo, Negra Livre, cuja faixa-título foi composta para ela por Nando Reis – o trabalho contou com a participação de Caetano Veloso em “Meus Telefonemas”. Ainda em 2006, atuou no filme Antônia, de Tata Amaral, que conta a história de cantoras de rap na periferia de São Paulo e virou uma série homônima na Rede Globo no ano seguinte. Negra Li se apresentou em países como Alemanha, Japão, Austrália e Nova Zelândia e cantou com NX Zero ("O Destino"), Pitty ("Chain of Fool”) e o rapper americano Akon ("Beautiful"), entre outros. Fazendo uma transição do rap para MPB, soul e R&B, em 2012 gravou Tudo de Novo, produzido por Rick Bonadio. Em 2017, grávida de seu segundo filho, a cantora lançou o single “Homenagem às Mães” e fez um retorno às origens musicais colaborando na faixa “Destinos”, do repertório do novo álbum do RZO, Quem Tá no Jogo.

Sobre Negra Li

Liliane de Carvalho, a Negra Li, nasceu em 1979, na Vila Brasilândia, bairro da zona norte de São Paulo. De família evangélica, na infância cantava hinos na igreja. Na adolescência, se interessou por black music, fez curso de teatro e, a partir de 2000, começou a atuar como solista no Coral Universidade de São Paulo. Nesse mesmo ano, já integrando o grupo de rap RZO, ao lado de Helião e MC Sandrão, ganhou visibilidade ao fazer dueto com Chorão no hit “Não É Sério”, da banda Charlie Brown Jr. Contratada pela gravadora Universal, em 2006 Negra Li lançou seu primeiro álbum solo, Negra Livre, cuja faixa-título foi composta para ela por Nando Reis – o trabalho contou com a participação de Caetano Veloso em “Meus Telefonemas”. Ainda em 2006, atuou no filme Antônia, de Tata Amaral, que conta a história de cantoras de rap na periferia de São Paulo e virou uma série homônima na Rede Globo no ano seguinte. Negra Li se apresentou em países como Alemanha, Japão, Austrália e Nova Zelândia e cantou com NX Zero ("O Destino"), Pitty ("Chain of Fool”) e o rapper americano Akon ("Beautiful"), entre outros. Fazendo uma transição do rap para MPB, soul e R&B, em 2012 gravou Tudo de Novo, produzido por Rick Bonadio. Em 2017, grávida de seu segundo filho, a cantora lançou o single “Homenagem às Mães” e fez um retorno às origens musicais colaborando na faixa “Destinos”, do repertório do novo álbum do RZO, Quem Tá no Jogo.

Sobre Negra Li

Liliane de Carvalho, a Negra Li, nasceu em 1979, na Vila Brasilândia, bairro da zona norte de São Paulo. De família evangélica, na infância cantava hinos na igreja. Na adolescência, se interessou por black music, fez curso de teatro e, a partir de 2000, começou a atuar como solista no Coral Universidade de São Paulo. Nesse mesmo ano, já integrando o grupo de rap RZO, ao lado de Helião e MC Sandrão, ganhou visibilidade ao fazer dueto com Chorão no hit “Não É Sério”, da banda Charlie Brown Jr. Contratada pela gravadora Universal, em 2006 Negra Li lançou seu primeiro álbum solo, Negra Livre, cuja faixa-título foi composta para ela por Nando Reis – o trabalho contou com a participação de Caetano Veloso em “Meus Telefonemas”. Ainda em 2006, atuou no filme Antônia, de Tata Amaral, que conta a história de cantoras de rap na periferia de São Paulo e virou uma série homônima na Rede Globo no ano seguinte. Negra Li se apresentou em países como Alemanha, Japão, Austrália e Nova Zelândia e cantou com NX Zero ("O Destino"), Pitty ("Chain of Fool”) e o rapper americano Akon ("Beautiful"), entre outros. Fazendo uma transição do rap para MPB, soul e R&B, em 2012 gravou Tudo de Novo, produzido por Rick Bonadio. Em 2017, grávida de seu segundo filho, a cantora lançou o single “Homenagem às Mães” e fez um retorno às origens musicais colaborando na faixa “Destinos”, do repertório do novo álbum do RZO, Quem Tá no Jogo.

Disponível em iOS, Android, Windows e Web.

Músicas ilimitadas em qualquer lugar. Milhões de músicas em todos os gêneros.

Disponível em iOS, Android, Windows e Web.