×
Aplicativo Vivo Música
Rhapsody International Inc.
Baixe o aplicativo

Sobre Nana Caymmi

Dona de uma paixão incondicional pela música – que a levou, por exemplo, a se apresentar tendo um filho recém-nascido esperando por ela nos bastidores de um festival –, Nana Caymmi iniciou sua longa trajetória artística em 1960. Nesse ano, ela entrou em estúdio para uma participação em Eu Não Tenho Onde Morar, álbum de Dorival Caymmi. Ali, na faixa “Acalanto” – composta em sua homenagem pelo pai, quando ela era criança –, se iniciava o registro de uma voz grave e profunda que apareceria com sucesso quatro anos mais tarde, de novo em família, em Caymmi Visita Tom e leva seus filhos Nana, Dori e Danilo. O currículo de Nana Caymmi inclui uma extensa discografia, com mais de 25 trabalhos, entre eles Resposta ao Tempo (1998), que, puxado pela faixa homônima, fez jus a um disco de ouro. Outro grande êxito foi o álbum de 2007, Quem Inventou o Amor, em que interpreta sambas-canções de autoria do pai, como "Só Louco" e "Nunca Mais".

356x237

Nana Caymmi

Dona de uma paixão incondicional pela música – que a levou, por exemplo, a se apresentar tendo um filho recém-nascido esperando por ela nos bastidores de um festival –, Nana Caymmi iniciou sua longa trajetória artística em 1960. Nesse ano, ela entrou em estúdio para uma participação em Eu Não Tenho Onde Morar, álbum de Dorival Caymmi. Ali, na faixa “Acalanto” – composta em sua homenagem pelo pai, quando ela era criança –, se iniciava o registro de uma voz grave e profunda que apareceria com sucesso quatro anos mais tarde, de novo em família, em Caymmi Visita Tom e leva seus filhos Nana, Dori e Danilo. O currículo de Nana Caymmi inclui uma extensa discografia, com mais de 25 trabalhos, entre eles Resposta ao Tempo (1998), que, puxado pela faixa homônima, fez jus a um disco de ouro. Outro grande êxito foi o álbum de 2007, Quem Inventou o Amor, em que interpreta sambas-canções de autoria do pai, como "Só Louco" e "Nunca Mais".

Sobre Nana Caymmi

Dona de uma paixão incondicional pela música – que a levou, por exemplo, a se apresentar tendo um filho recém-nascido esperando por ela nos bastidores de um festival –, Nana Caymmi iniciou sua longa trajetória artística em 1960. Nesse ano, ela entrou em estúdio para uma participação em Eu Não Tenho Onde Morar, álbum de Dorival Caymmi. Ali, na faixa “Acalanto” – composta em sua homenagem pelo pai, quando ela era criança –, se iniciava o registro de uma voz grave e profunda que apareceria com sucesso quatro anos mais tarde, de novo em família, em Caymmi Visita Tom e leva seus filhos Nana, Dori e Danilo. O currículo de Nana Caymmi inclui uma extensa discografia, com mais de 25 trabalhos, entre eles Resposta ao Tempo (1998), que, puxado pela faixa homônima, fez jus a um disco de ouro. Outro grande êxito foi o álbum de 2007, Quem Inventou o Amor, em que interpreta sambas-canções de autoria do pai, como "Só Louco" e "Nunca Mais".

Sobre Nana Caymmi

Dona de uma paixão incondicional pela música – que a levou, por exemplo, a se apresentar tendo um filho recém-nascido esperando por ela nos bastidores de um festival –, Nana Caymmi iniciou sua longa trajetória artística em 1960. Nesse ano, ela entrou em estúdio para uma participação em Eu Não Tenho Onde Morar, álbum de Dorival Caymmi. Ali, na faixa “Acalanto” – composta em sua homenagem pelo pai, quando ela era criança –, se iniciava o registro de uma voz grave e profunda que apareceria com sucesso quatro anos mais tarde, de novo em família, em Caymmi Visita Tom e leva seus filhos Nana, Dori e Danilo. O currículo de Nana Caymmi inclui uma extensa discografia, com mais de 25 trabalhos, entre eles Resposta ao Tempo (1998), que, puxado pela faixa homônima, fez jus a um disco de ouro. Outro grande êxito foi o álbum de 2007, Quem Inventou o Amor, em que interpreta sambas-canções de autoria do pai, como "Só Louco" e "Nunca Mais".

Disponível em iOS, Android, Windows e Web.

Músicas ilimitadas em qualquer lugar. Milhões de músicas em todos os gêneros.

Disponível em iOS, Android, Windows e Web.