×
Aplicativo Vivo Música
Rhapsody International Inc.
Baixe o aplicativo

Sobre Lobão

O carioca Lobão, nome artístico de João Luiz Woerdenbag Filho, começou como baterista do grupo Vímana, integrado também por Ritchie e Lulu Santos. De seu conjunto seguinte, a Blitz, sairia em 1982 para lançar seu primeiro álbum solo, Cena de Cinema. Com a banda Lobão e os Ronaldos gravou, em 1984, Ronaldo Foi à Guerra e emplacou seu primeiro sucesso como compositor: “Me Chama”, música também gravada por Marina Lima e João Gilberto, entre outros. Decadence avec Elegance (1985) foi o último álbum com a banda Ronaldos. Com O Rock Errou, de 1986, Lobão se tornaria ainda mais conhecido com a canção “Revanche”. No ano seguinte, lançou Vida Bandida (1987), que com 350 mil cópias vendidas ainda é o best seller do compositor. Depois de ter sido vaiado no Rock in Rio II, em 1991, Lobão esteve distante do grande público, regressando em 1999 com o álbum independente A Vida É Doce. A iniciativa bem-sucedida garantiu outra produção nos mesmos moldes: 2001: uma Odisseia no Universo Paralelo. Em 2010, o sempre polêmico Lobão lançou sua autobiografia, 50 Anos a Mil, e, no mesmo ano, gravou o Acústico MTV, Grammy Latino de melhor álbum de rock brasileiro. Sua produção mais recente é o single A Marcha dos Infames, de 2014.

356x237

Lobão

O carioca Lobão, nome artístico de João Luiz Woerdenbag Filho, começou como baterista do grupo Vímana, integrado também por Ritchie e Lulu Santos. De seu conjunto seguinte, a Blitz, sairia em 1982 para lançar seu primeiro álbum solo, Cena de Cinema. Com a banda Lobão e os Ronaldos gravou, em 1984, Ronaldo Foi à Guerra e emplacou seu primeiro sucesso como compositor: “Me Chama”, música também gravada por Marina Lima e João Gilberto, entre outros. Decadence avec Elegance (1985) foi o último álbum com a banda Ronaldos. Com O Rock Errou, de 1986, Lobão se tornaria ainda mais conhecido com a canção “Revanche”. No ano seguinte, lançou Vida Bandida (1987), que com 350 mil cópias vendidas ainda é o best seller do compositor. Depois de ter sido vaiado no Rock in Rio II, em 1991, Lobão esteve distante do grande público, regressando em 1999 com o álbum independente A Vida É Doce. A iniciativa bem-sucedida garantiu outra produção nos mesmos moldes: 2001: uma Odisseia no Universo Paralelo. Em 2010, o sempre polêmico Lobão lançou sua autobiografia, 50 Anos a Mil, e, no mesmo ano, gravou o Acústico MTV, Grammy Latino de melhor álbum de rock brasileiro. Sua produção mais recente é o single A Marcha dos Infames, de 2014.

Sobre Lobão

O carioca Lobão, nome artístico de João Luiz Woerdenbag Filho, começou como baterista do grupo Vímana, integrado também por Ritchie e Lulu Santos. De seu conjunto seguinte, a Blitz, sairia em 1982 para lançar seu primeiro álbum solo, Cena de Cinema. Com a banda Lobão e os Ronaldos gravou, em 1984, Ronaldo Foi à Guerra e emplacou seu primeiro sucesso como compositor: “Me Chama”, música também gravada por Marina Lima e João Gilberto, entre outros. Decadence avec Elegance (1985) foi o último álbum com a banda Ronaldos. Com O Rock Errou, de 1986, Lobão se tornaria ainda mais conhecido com a canção “Revanche”. No ano seguinte, lançou Vida Bandida (1987), que com 350 mil cópias vendidas ainda é o best seller do compositor. Depois de ter sido vaiado no Rock in Rio II, em 1991, Lobão esteve distante do grande público, regressando em 1999 com o álbum independente A Vida É Doce. A iniciativa bem-sucedida garantiu outra produção nos mesmos moldes: 2001: uma Odisseia no Universo Paralelo. Em 2010, o sempre polêmico Lobão lançou sua autobiografia, 50 Anos a Mil, e, no mesmo ano, gravou o Acústico MTV, Grammy Latino de melhor álbum de rock brasileiro. Sua produção mais recente é o single A Marcha dos Infames, de 2014.

Sobre Lobão

O carioca Lobão, nome artístico de João Luiz Woerdenbag Filho, começou como baterista do grupo Vímana, integrado também por Ritchie e Lulu Santos. De seu conjunto seguinte, a Blitz, sairia em 1982 para lançar seu primeiro álbum solo, Cena de Cinema. Com a banda Lobão e os Ronaldos gravou, em 1984, Ronaldo Foi à Guerra e emplacou seu primeiro sucesso como compositor: “Me Chama”, música também gravada por Marina Lima e João Gilberto, entre outros. Decadence avec Elegance (1985) foi o último álbum com a banda Ronaldos. Com O Rock Errou, de 1986, Lobão se tornaria ainda mais conhecido com a canção “Revanche”. No ano seguinte, lançou Vida Bandida (1987), que com 350 mil cópias vendidas ainda é o best seller do compositor. Depois de ter sido vaiado no Rock in Rio II, em 1991, Lobão esteve distante do grande público, regressando em 1999 com o álbum independente A Vida É Doce. A iniciativa bem-sucedida garantiu outra produção nos mesmos moldes: 2001: uma Odisseia no Universo Paralelo. Em 2010, o sempre polêmico Lobão lançou sua autobiografia, 50 Anos a Mil, e, no mesmo ano, gravou o Acústico MTV, Grammy Latino de melhor álbum de rock brasileiro. Sua produção mais recente é o single A Marcha dos Infames, de 2014.

Disponível em iOS, Android, Windows e Web.

Músicas ilimitadas em qualquer lugar. Milhões de músicas em todos os gêneros.

Disponível em iOS, Android, Windows e Web.